O que é direito à privacidade?


O que é direito à privacidade?

A constituição dos Estados Unidos da América oferece certos direitos fundamentais. Esses direitos, quando negados a um indivíduo, violam a mesma proteção. Se uma entidade viola o direito à privacidade, deve mostrar que suas ações foram necessárias para proteger um interesse convincente.


O direito à privacidade é um elemento de várias tradições legais para restringir ações governamentais e privadas que ameaçam a privacidade dos indivíduos. Mais de 150 constituições nacionais mencionam o direito à privacidade.

Na era digital, os dados desempenham um papel enorme em nossas vidas cotidianas. Está presente de várias maneiras distintas, como, quando estamos comprando on-line, compartilhando arquivos com outras pessoas, atualizando nossos feeds sociais e muito mais. Em 2013, Edward Snowden abriu um vasto regime de programas de vigilância em massa do governo, abrindo uma conversa global que ainda está se desenrolando hoje.

Entre muitos outros direitos concedidos a indivíduos, o primeiro direito é o direito à privacidade. Portanto, a Nona Emenda e a Décima Quarta Emenda observam precisamente que os direitos, se não mencionados claramente na Constituição, não significam que o povo não os possua. Portanto, os tribunais dos EUA seguiram esse raciocínio.

Direitos de privacidade são considerados direitos fundamentais. Certos direitos fundamentais são protegidos pela Constituição. Portanto, se eles são dados a algumas pessoas, mas não a outras, é uma violação da Constituição..

direito à privacidade

Por que o direito à privacidade é importante?

O direito à privacidade é um direito fundamental de cada indivíduo, independentemente de quem eles são ou de onde vêm. Sem privacidade, não há segurança e, quando não há segurança, todos estamos vivendo em um mundo com caos e ameaças constantes..

A privacidade é muito mais do que os comentaristas e o tribunal descartam. A privacidade limita o poder, respeita os outros ao seu redor, mantém limites sociais apropriados, dá liberdade de pensamento e expressão e, mais importante, uma confiança de que sim, você está seguro.

Direito Constitucional à Privacidade

Os direitos de privacidade estão naturalmente ligados à tecnologia da informação, pois vivemos uma era em que os processos mudaram online. O ex-juiz associado da Suprema Corte, Louis Brandeis, escreve,

"A descoberta e a invenção tornaram possível ao governo, por meios muito mais eficazes do que estender a estante, obter a divulgação em tribunal do que é sussurrado no armário."

Embora a Constituição dos EUA não inclua explicitamente o direito à privacidade, a Suprema Corte concluiu que a Constituição concede indiretamente o direito à privacidade contra invasões governamentais da Primeira Emenda, Terceira Emenda, Quarta Alteração e Quinta Emenda..

O direito à privacidade é mencionado na Quarta Emenda à Constituição dos EUA, que declara,

O direito das pessoas de serem seguras em suas pessoas, casas, papéis e efeitos, contra buscas e apreensões irracionais, não deve ser violado e nenhum Mandado emitido, mas por causa provável, apoiada por Juramento ou afirmação, e particularmente descrevendo o local a ser revistado e as pessoas ou objetos a serem apreendidos

– Quarta alteração à Constituição dos EUADireito à privacidade – Wikipedia

Proteção de Dados Pessoais

A Lei de Proteção de Dados Pessoais, aprovada no Reino Unido em 2018, é a implementação do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) no Reino Unido e um passo para controlar como suas informações pessoais são usadas por organizações, empresas ou pelo governo.

Embora seja um passo significativo para proteger sua privacidade on-line, é essencial perceber que, como usuário, é sua responsabilidade garantir o que você envia na Web. Se você atualiza on-line os principais detalhes da sua vida cotidiana, o conceito de privacidade fica fora de questão..

Privacidade on-line e GDPR

A privacidade online e o GDPR têm muito em comum. Sem a privacidade online, o GDPR não alcançaria seu objetivo. Como uma entidade responsável pela coleta e uso de dados pessoais dos usuários, existem regras estritas chamadas “princípios de proteção de dados” que devem ser seguidas:

  • Os dados devem ser usados ​​de maneira justa, legal e transparente
  • Os dados devem ser usados ​​para fins declarados e expressos
  • Os dados devem ser usados ​​apenas para a finalidade pretendida
  • Os dados devem ser precisos e atualizados
  • Mais importante ainda, os dados devem ser tratados de maneira a garantir a segurança apropriada, incluindo proteção contra processamento, acesso, perda, destruição ou dano ilegal ou não autorizado

Direito Civil de Proteção de Privacidade

Nos Estados Unidos, não existe uma legislação subjacente única sobre privacidade de dados. Em vez disso, os EUA seguem uma abordagem de estado a estado em relação à privacidade dos dados. Por uma questão de fato, os EUA dependem de uma “combinação de legislação, regulamentação e auto-regulação” em vez de apenas uma intervenção do governo.

Nos Estados Unidos, as leis nacionais mais importantes incluem a Lei de Privacidade de 1974, a Lei de Proteção de Privacidade de 1980, a Lei de Proteção de Privacidade Online para Crianças, a Lei de Privacidade de Comunicações Eletrônicas e a Lei de Compartilhamento e Proteção de Inteligência Cibernética.

Direito de publicidade

O “direito de publicidade” é uma forma de direito de propriedade intelectual que protege contra o uso indevido / fraude do nome de um indivíduo, semelhança e possivelmente outras impressões de identidade pessoal para ganhos pessoais.

Infelizmente, nos Estados Unidos, o direito à publicidade ainda não foi reconhecido no nível federal por uma decisão ou jurisprudência. No entanto, o direito à publicidade foi reconhecido por regulamentação e / ou jurisprudência na maioria dos 50 estados individuais.

O direito à publicidade pode se estender a vários traços pessoais, como nome, apelidos, pseudônimos, voz, assinatura, semelhança, fotografia ou outros indicadores de identidade ou persona. No entanto, há uma discrepância entre os estados nas seguintes questões:

  1. Se o direito sobrevive postumamente e, se sim, por quanto tempo.
  2. Se o direito à publicidade é descendente (herdável) e atribuível.

– Quarta alteração à Constituição dos EUADireito à privacidade – Wikipedia

Embora o direito à publicidade não seja totalmente exercido, é importante entender que a privacidade está em suas mãos. Quanto mais você exibe, menos privado você se torna.

Produtos

  • VPN do Windows
  • VPN para Mac
  • VPN Android
  • VPN para iOS
  • Extensão do Chrome
  • Extensão Firefox
  • VPN do roteador
  • Complemento Kodi
  • VPN para Android TV
  • Firestick TV VPN
  • Applet DDWRT
  • VPN para Linux
  • VPN IP dedicada
  • VPN de jogos
  • Encaminhamento de porta
  • VPN empresarial

Ferramentas

  • Qual é o meu IP
  • Teste de vazamento de DNS
  • Teste de vazamento IPv6
  • Teste de vazamento do WebRTC

Saber mais

  • Por que PureVPN
  • Wifi VPN
  • O que é VPN
  • VPN segura
  • VPN anônima

Mais visitado

  • Compre VPN
  • VPN dos EUA
  • VPN do Reino Unido
  • OpenVPN
  • Disney Plus VPN
  • Ofertas de VPN
  • VPN da Netflix
  • Baixar VPN

Sobre o PureVPN

  • Sobre nós
  • Sala de imprensa
  • Comentários PureVPN
  • Blog
  • Desconto para estudantes
  • Sem registro certificado

Socorro

  • Centro de Apoio
  • Envia-nos um email

Parceiros

  • Indique um Amigo
  • Programa de afiliados VPN
  • Torne-se um revendedor
  • Desenvolvedores (API)
  • Bug Bounty Program

Língua: Inglês

  • Français
  • Inglês
  • turco
  • عربى
  • Deutsch
  • Italiano
  • Nederlandse
  • ไทย
  • Português
  • svenska
  • dinamarquês
  • Espanhol
  • russo
  • coreano
  • polonês
  • finlandês

conecte-se conosco

Status de proteção do DMCA.com © 2007 – 2020 PureVPN Todos os direitos reservados. Nº de registro da empresa: 1544568

  • Política de Privacidade
  • Politica de reembolso
  • Política de afiliados
  • Termos de Uso
  • Mapa do site
Kim Martin Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
    Like this post? Please share to your friends:
    Adblock
    detector
    map